Dar a mão

A minha mãe não era de muitas palavras doces, mas uma vez disse-me “Cada vez que eu apertar a tua mão quer dizer que te amo”
Daí esse gesto ter tanto significado para mim.

Dar a mão.
Uma expressão de comunicação, do cuidar tão esquecida. As vezes até temida, como se de um sinal de fraqueza se tratasse.
Eu adoro esse gesto, que me traz o sentido de pertença e vínculo.
E até é o que representa o que eu faço, a minha profissão.
O que fazes Marzia? Dou a mão.

Sentir a mão de alguém dá-nos segurança.
Diz-nos “Não estás sozinho” , “Estou aqui contigo”

A importância de termos alguém que nos dê a mão em travessias mais desafiantes é algo que muda completamente como vamos enfrentar-las.
Como na jornada do herói, do Joseph Campbell, quando andamos por territórios desconhecidos, uma mão de quem já percorreu aquele caminho faz-nos sentir mais tranquilos, mais seguros.
O outro não faz o caminho por nós, mas está ao nosso lado.
É esse o conforto que traz o dar a mão.

Aqui está a minha, como mãe, como filha, como irmã, como amiga, como companheira, como terapeuta, como formadora, como mentora.
São mãos diferentes, mas cada uma com a intenção de presença. Eu estou aqui.

É uma honra dar a mão a quem na minha confia 🙌
Gratidão a todos os que me deram a mão na partilha de momentos felizes e nas alturas mais desafiantes da minha vida 🙏

Sharing is caring!

Leave a Reply

Your email address will not be published.