Imprevisibilidade

Podemos sonhar, planear e até estar a um passo de por em prática tudo isso, mas a vida as vezes tem outros planos…
Quem me acompanha por aqui, sabe que muitas vezes utilizo a metáfora que a vida é como o Pai Natal: nunca sabemos o que ela nos traz, mas não há dúvidas que nos vai fazer surpresas 🎁

Quando as surpresas não são etiquetáveis como agradáveis, podemos ter a sensação que ela nos tirou o tapete de baixo dos pés, que é o inimigo, e entrar em discursos internos (ou exteriorizados bem alto) do género:
“É injusto!”
“Não mereço isto”
“Porque isto me está a acontecer???”
“Tinha que acontecer mesmo a mim?”
ou “Tinha que acontecer mesmo agora??” (essa é uma das minhas favoritas 😬)
E já há algum tempo que sei que SIM! Tinha que acontecer mesmo agora, exactamente da forma como aconteceu ❤️
Mas normalmente assume-se um papel vitimistico ou um papel de lutar contra.
É fácil, automático, rápido ir parar aí. É ao que estamos habituados, é ao que fomos educados : a atacar ou ser atacados, a quem tem razão e quem é o culpado, ao que está certo e ao que está errado… (há um Shot de Consciência sobre esse tema 😉)
Esse tipo de atitude distrai-nos da nossa possível evolução, tira-nos de onde precisamos de estar.

Tantas vezes procurei estabilidade e a vida levou-me (muitas vezes “á força”) onde precisava de ser levada, situações bem desafiantes mas extremamente ricas de evolução se enfrentadas com FLUXO e AUTO-RESPONSABILIDADE! Estar no fluxo da vida leva-nos onde temos que estar. Mesmo que possamos não compreender na hora o porque! Sei que o desconhecido assusta, sei que sair do nosso controle é altamente desafiante.
Mas o controle (sobre o que quer que seja) é pura ilusão 🙌

Tinha muitos planos para hoje e para os próximos dias…sessões, formações, celebrações, férias, viagens… mas a vida está a levar-me para outro lado. Onde preciso de estar. Não sei porque e também não interessa agora, só sei que vou. No fluxo. Assumindo a minha responsabilidade. Sabendo que há essa perfeição que me ultrapassa🙏