SER VISTO

Qualquer Ser humano precisa de um olhar repleto de amor.

Aquele Olhar que te diz : eu vejo-te.

Vejo-te e quero que tu saibas que estou aqui, que és muito bem-vindo, vejo e acolho a tua unicidade, a tua beleza incomparável, a tua perfeita imperfeição.

Vejo e acolho a tua alma, vejo e reconheço o teu valor e não tens que fazer nada para o provar.

As raízes desse olhar e toda a informação que ele traz com ele estão na nossa infância, especialmente nos primeiros sete anos da nossa vida é fica tatuada em cada célula.

Aquele olhar que uma mãe tem quando olha para o seu bebé embriagada de oxitocina.

Qualquer humano merece ser visto assim!

São as raízes desse olhar que nos fazem sentir seguros, capazes, empoderados.

Então eu quero que saibas que tens o direito de ocupar o teu espaço e de te sentires seguro, em conexão com o mundo, nesse mundo.

Que mereces ser amado por quem tu simplesmente és.

Que tens o direito de existir, de rir, de chorar, de errar, de ter coragem, de ter medo, de estar perdido, de explorar, de ter raiva, de ter nojo, de ter alegria, de dançar, de tempo para te cuidar.

Mereces ser visto.