25 Novembro – dia internacional pela eliminação da violência contra as mulheres

stop

Dia 25 de Novembro é o dia internacional para a eliminação da violência contra as mulheres. Esse tema me é muito querido e para mim está estritamente ligado a Parentalidade. Respeitar os nossos filhos, respeita-los fisicamente, emocionalmente, intelectualmente vai-lhe dar ferramentas para que eles não permitam ser vítimas nem agressores no futuro.

A violência nunca é o caminho.

A frase “uma palmada na hora certa resolve muita coisa e não mata ninguém” assusta-me, preocupa-me. Essa é a mensagem que transmitimos aos nossos filhos: que alguém tem direito (e eventualmente eu até mereço…😔) de me ferir, de passar os meus limites, sejam eles físicos, emocionais ou energéticos.

Mesmo que nós tenhamos sido alvo disto em criança, que tenhamos tido esse tipo de educação, isso precisa de ser visto, abraçado, curado, acolhido e não perpetuado, repetido!

Educar através do medo não é solução, não resulta! Ás consequências são imensas, profundas e podem estar muito escondidas na nossa criança interior.

Educar, colocar limites através do respeito é fundamental e é educar para o futuro, em vez de colocar um penso rápido que até pode resultar no momento (até uma certa idade…) mas tem um impacto enorme no desenvolvimento da criança, na construção da personalidade do futuro adulto!

Nós cuidadores, pais, educadores, temos uma grande responsabilidade sobre esse assunto, em primeiro lugar com o nosso exemplo de vida enquanto adultos, e depois directamente com as “nossas” crianças!

Quero agradecer muito a todas as mulheres que tem coragem de se declarar, de denunciar, de querer mudar, de sair, de querer ir às origens da própria dor, e que sabem até aproveitar esse caminho para se empoderar 🙏❤️ Tenho a sorte de ter conhecido algumas no meu caminho, nas sessões individuais, nas formações e elas sabem quão honro essa jornadas

O primeiro dente de leite caiu!!!! // Il primo dente da latte é caduto!!!!


O orgulho da perda do primeiro dente de leite…

Abanava há meses…e nunca mais caia…uma espera longa e cheia de significado…”Mãe o dente vai cair quando estiver pronto” dizia-me a Gloria, sabia, enquanto eu tentava convence-la que era a melhor dentista do planeta…

Há um ditado africano que diz “A relva não cresce mais rápida se é puxada” 

Segundo a antroposofia (pedagogia Waldorf, ou steineriana), esse acontecimento é um dos importantes marcos da criança estar pronta para a escolaridade.

Até aqui a aprendizagem é feita através da brincadeira, da imitação, onde vão sendo interiorizadas competências de movimento, de linguagem, sociais, motricidade fina, o respeito pelo outro, o valor das coisas, a relação com a natureza e o mundo que nos acolhe.

No ultimo ano do Jardim de infância, as crianças mais velhas (nessa pedagogia não há salas divididas por idade) experienciam o sentimento seguro do “eu consigo fazer isso”, sem dificuldade, e posso suportar os mais pequenos, ajudar o adulto e isso tudo tem uma grande importância para o desenvolvimento da autoconfiança e no acreditar nas suas próprias capacidades.

“A pressa é inimigo do bom”, “Cada coisa tem o seu tempo” -hoje estou em veia de ditados populares… 😉 

Muitas vezes, nós pais, somos guiados pelo Medo que os nossos filhos podem ficar para trás, que alguém vai chegar primeiro, que eles já estão preparados, que não estão a aprender nada e estão aborrecidos, enquanto o filho da vizinha, já sabe ler e escrever…

Cada criança é um ser humano diferente e único, fiquem curiosos e atentos a observá-los, documentem-se, informem-se, não fiquem escravos do medo ou de crenças! Um dos papeis de um cuidador é aquele de dar suporte e ajuda á criança para que possa florescer em toda a sua beleza e singularidade, e deixar brotar os seus talentos e particularidades.  

Acreditem na natureza do desenvolvimento e nos vossos filhos. Tudo tem um significado e uma função! 

L’orgoglio della perdita del primo dente da latte… ️

Si muoveva da mesi … ma si ostinava a non cadere… un’attesa lunga e significativa… “Mamma, il dente cadrà quando sarà pronto!” Mi diceva Gloria saggiamente mentre io cercavo di convincerla che ero la dentista migliore del pianeta… 

C’è un proverbio africano che dice “L’erba non cresce più velocemente se la tiri”

Secondo l’antroposofia (Waldorf, o pedagogia steineriana), questo evento è uno degli importanti segnali che manifestano che i bambini sono pronti per la scuola.

Prima di ció, l’apprendimento avviene attraverso il gioco, l’imitazione, dove vengono interiorizzate, assimilate competenze di ​​movimento, di linguaggio, abilità sociali, motricitá fine, il rispetto per gli altri, il valore delle cose, il rapporto con la natura e com il mondo che ci accoglie. Nell’ultimo anno d’asilo, i bambini più grandi (in questa pedagogia non ci sono classi divise per età) fanno esperienza di un sentimento sicuro di “Io riesco a fare questo”, senza difficoltà, e “Sono capace di sostenere i più piccoli e aiutare l’adulto”,  tutto questo ha una grande importanza per lo sviluppo della fiducia in se stessi, nell’autostima e quindi nel credere nelle proprie capacità.

“Chi va piano va sano e va lontano”, “Ogni cosa ha il suo tempo” – oggi sono in vena di proverbi …;)

Spesso, noi genitori ci lasciamo guidare dalla Paura che i nostri figli possano rimanere indietro, che qualcuno arrivi prima, che siano già preparati per imparare cognitivamente, che non stiano imparando nulla e che si stiano solo annoiando, mentre il figlio del vicino sa già leggere e scrivere…

Ogni bambino è un essere umano diverso e unico, sii curioso e attento ad osserva, documentati, informarti, non diventare schiavo della paura o delle credenze sociali! Uno dei ruoli di un genitore è quello di dare supporto e aiuto al bambino in modo che possa fiorire in tutta la sua bellezza e unicità e far emergere i suoi talenti e le sue caratteristiche.

Credi nella natura dello sviluppo e nei tuoi figli. Tutto ha un significato e una funzione!