A saída da escola ou É uma questão de intenções…

O momento da saída da escola pode ser um tempo de muita conexão ou de profunda frustração para os pais… muito depende de como nós vamos ao encontro dos nossos filhos.

Os pais normalmente se queixam que os filhos não partilham, não falam, não contam o que se passou no tempo em que tivemos afastados (isso pode ser no dia de escola ou pode ser quando ficam com os avós, ou com o outro progenitor em caso de país separados…)

A minha pergunta é: qual é a intenção pela qual quero saber? A verdadeira intenção. 

É a de procurar conexão com a criança, de estar verdadeiramente interessados no que ela sente, a de saber se ela está feliz ou não…

Ou de satisfazer o nosso medo? 

Ou a de querer controlar? 

Qual será o efeito que isso desencadeia neles?

“O que fizeste hoje na escola?”

“O que fizeste, onde foste no fim-de-semana com o pai, com quem estivaram?”

Como se sentiriam se alguém vos fizesse perguntas dessa forma? 

“O que fizeste hoje no trabalho?” 

“Com quem estiveste?”🤔

Se realmente estivermos interessados em saber como está a criança, talvez pudéssemos formular a pergunta de outra forma… 

“Como te sentes?”

“Como te sentiste hoje na escola?”

“O teu dia foi divertido?”

“Qual foi o momento mais fixe do teu dia e qual o menos agradável?”

Com verdadeiro interesse, curiosidade, amor : quero mesmo saber de ti, interessa-me saber se estás bem!

E mais uma vez, a importância do nosso exemplo: podemos ser nós a falar de como nos sentimos no nosso dia, o que nos agradou e o que nos entristeceu, ou chateou, ou assustou! 

As crianças vivem o presente, não fazem relatórios! Quando estão a brincar, a ouvir música, a relacionar-se uns com os outros, estão inteiramente e totalmente lá.

E quando passou, passou. 

Garanto-vos que entendo muito bem aquela ansiedade de querer saber se estiveram bem, se foram bem cuidados (segundo a nossa perspectiva, claro 😉)…

Ao mesmo tempo acredito que se realmente queremos que eles sintam o nosso amor, o nosso genuíno interesse é conectando-nos a eles que o conseguimos. Ligando-nos ao que sentem e não a uma lista de acontecimentos!

Quando vou buscar as minhas filhas a escola, procuro ter um tempo só com elas. Sem agenda. Sem telefones. (E sem culpa se não é possível!)

As vezes dando um passeio na natureza, onde há o tão precioso espaço e tempo certo para nos conectarmos, para criar e nutrir o vinculo, para sermos. Apenas isso. E esse tempo, surpreende-me sempre. Saio sempre mais rica, a nutrir e ser nutrida, a partilhar-me e a acolher partilhas incríveis. Sinto-me a contemplar a beleza das minhas filhas, a unicidade de cada uma…é um momento de grande regeneração, de crescimento da nossa relação.

Cuidado com as expectativas! Cuidado com a agenda…se fizerem isso com o objectivo (bem diferente da intenção!) de “sacar” informação, o resultado vai ser bem diferente, pode ser frustração, pouco satisfatório e lá vai a oportunidade de transmitir ao vosso filho a preciosa mensagem de “Amor incondicional”, de um “Vinculo seguro” e de desfrutarem verdadeiramente de um tempo juntos!!

Isso tanto é valido com os nossos filhos, como com qualquer outra relação que queiramos nutrir, com base em verdadeiro e genuíno amor, autenticidade, integridade, respeito, responsabilidade 😉

NUTELLA Homemade

Versione italiana più sotto ⬇️

Qual é a criança (interior ou não 😜) que não gosta de Nutella??

Será por ser italiana, mas sempre tive um fraquinho, desde que a minha avó ma apresentou…

O confort food, o que estamos habituados a comer em criança fica no nosso inconsciente, pois desencadeia em nós as memorias das ligações, dos vínculos que tínhamos em criança, a segurança, a proteção do lugar interior e exterior. A alimentação é amor, através da nutrição alimentar, nutrimos muitos outros aspetos, inconscientemente ou não. 

È usual em adultos recorrermos e encontrarmos conforto nos alimentos da nossa infância, sobretudo nos momentos mais desafiantes.. E esses nem sempre são o ideal para a nossa saúde…

Aproveitem a ótima oportunidade que têm com os vossos filhos para os habituar a sabores naturais, saudáveis, conscientes, de modo que quando forem adultos será essas características qua vão procurar

Hoje vou partilhar uma receita super-saudável de Nutella que podem rapidamente fazer em casa para se poderem deliciar com os vossos filhos no Dia da Criança!!!

Uma receita sem açúcar, sem gorduras, vegan, com ingredientes amigos da nossa saúde e do planeta! 🌎❤💪🏻!


INGREDIENTES:

2 taças de avelas

3 colheres de sopa de cacau em pó

¾ de taça de geleia de arroz

½ taça de agua

PREPARAÇÃO:

Tostar as avelãs ao lume e deixar arrefecer. Esfrega-las com as mãos para retirar a pele castanha. Tritura-las num processador até ficar desfeitas (praticamente um creme, pois a avelã vai libertar a sua gordura), de seguida acrescentar o cacau e a geleia de arroz. Voltar a triturar até ficar tudo muito bem envolvido. Por ultimo acrescentar a agua. 

E agora é só espalhar no pão (ver receita do pão aqui)

Bom proveito!!!

CURIOSIDADE : A avelã tem caraterísticas nutritivas muito interessantes! Contem uma considerável quantidade de micronutrientes, como a vitamina E, B, B1, B2, A e C. Também se destacam alguns minerais como manganês, potássio, cálcio, magnésio, fosforo. Um grande destaque merecem os flavonoides e as gorduras saudáveis, que ajudam na saúde cerebral e do coração. O acido oleico, que pode ajudar a regular em modo saudável os níveis de colesterol, é outra caraterística.

SUGESTÃO : para quem tem crianças pequenas a quem não covem dar-lhe cacau, pode fazer uma versão alternativa substituindo o cacau por alfarroba 

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

Qual é il bambino (interiore o no 😜) a cui non piace la Nutella??

Sará per essere italiana, ma ho sempre avuto um debole, da quando mia nonna Gina me l’ha presentata…

Il confort food, ció che siamo abituati a mangiare da bambini, nella nostra infanzia, rimane inconsapevolmente (o no) dentro di noi, perché risveglia memorie di legami, di vincoli sicuri che avevamo quando eravamo bambini, la sicurezza, la protezione di um posto interiore e esterno. 

Il cibo é amore, attraverso la nutrizione alimentare, nutriamo molti altri aspetti, inconsapevolmente o no. É abituale in etá adulta ricorrere e cercare conforto negli alimenti della nostra infanzia, soprattutto nei momenti piú difficili…E questi non sempre sono l’ideale per la nostra salute… Avete um’ottima opportunitá con i vostri figli di abituarli a sentire sapori naturali, salutari, consapevoli, cosicché in adulti sará ció che andranno a cercare!

Oggi, in onore del giorno internazionale del bambino, condivido una ricetta vegan, super-salutare di Nutella che potete fare rapidamente in casa, senza zucchero, senza grassi, con ingredienti amici della nostra salute e del pianeta 🌎❤💪🏻


INGREDIENTI:

2 tazze di nocciole

3 cucchiai di cacao in polvere

¾ tazza di sciroppo di riso

½ tazza d’acqua

PREAPARAZIONE:

Tostare le nocciole in una pentola sul fuoco e lasciatele raffreddare. Sfregare com le mani per toglierle la buccia. Tritarle in um processatore finché non saranno disfatte (praticamente ridotte a una crema poiché la nocciola libererá i suoi grassi naturali), dopodiché aggiungere il cacao e lo sciroppo di riso. Amalgamare il tutto molto bene. Per ultimo aggiungere l’acqua e mescolare. 

E adesso potete spargerla sul pane (vedere ricetta del pane qui)

Buon appetito!!!

CURIOSITÁ: La nocciola há varie caratteristiche nutritive molto interessanti! Contiene una quantitá considerabile di micronutrienti, come la vitamina E, B, B1, B2,B9 A e C. Si evidenziano anche minerali come il magnesio, il manganese, il potassio, il calcio e il fosforo. Altro aspetto importante sono i flavonoidi e i grassi buoni, che aiutano nella salute cerebrale e cardiovascolare. L’acido oleico aiuta a regolare i livelli del colesterolo.

SUGGERIMENTO: per chi ha bambini piccoli a cui non coviene dare molto cacao, puó fare una versione alternativa, sostituendo il cacao con la farina di carrube.